Empreendedores se despedem da Feira do Empreendedor de Balsas com ações de conhecimento

Uma imersão em temas relevantes para o empreendedor associada à oferta de conhecimento estão entre legados da Feira, na edição 2204

Mais do que trabalhar com produtos e serviços de qualidade e preços atrativos, fidelizar o cliente passa por uma boa experiência de consumo. Esse alerta marcou a noite de encerramento da Feira do Empreendedor (30/06), que, durante quatro dias, movimentou a cidade de Balsas e o Cerrado Sul maranhense.

Gisele Paula defende atendimento de qualidade para atrair clientes

Com a palestra masterclass “Cliente Feliz Dá Lucro”, a cofundadora do Reclame Aqui e CEO do Instituto Cliente Feliz, Gisele Paula, falou sobre o valor do bom atendimento, destacando a necessidade de entender o cliente, algo determinante para o sucesso das empresas.
“Oferecer experiências de consumo memoráveis e inclusivas faz com que a empresa se destaque”, afirmou ela. “Muitas vezes, as empresas desperdiçam a chance de ouvir e criar conexões com o cliente. É preciso ter em mente que, para 89% dos consumidores, a experiência de compra é tão importante quanto o produto ou serviço”, avaliou a palestrante.
Ela também destacou o potencial de Balsas, reiterando a importância do conhecimento para o empreendedor. “Eu não conhecia Balsas. Fiquei encantada com o que vi, com as possibilidades que o empreendedor tem a partir do conhecimento adquirido nessa Feira, que também trouxe oportunidades de negócios. O que impulsiona a empresa de um nível para outro é o conhecimento, o primeiro passo para qualquer mudança. Minha mensagem para todos que estiveram na Feira é pegar algum conhecimento adquirido e aplicar no dia a dia. Faça isso, para ver a mudança que essa atitude vai fazer”, refletiu ela.
Conhecimento para fazer a diferença
A palestra ministrada por Gisele Paula é só um exemplo das dezenas de ações de conhecimento, que deixaram para o empreendedor insights e dicas que, aplicadas no dia a dia, podem gerar mudanças surpreendentes. No total, foram mais de 160 horas de capacitação e ações de conhecimento, ofertadas pelo Sebrae e seus parceiros, em oito Arenas e espaços temáticos, em uma movimentação jamais vista em Balsas.
“Temos recebido retorno muito positivo dos empreendedores, dos parceiros, de pessoas que estiveram na Feira. Alcançamos o objetivo de levar para Balsas, a cidade que mais cresce no estado, a dinâmica de um evento como a Feira do Empreendedor, estimulando a inovação, fomentando oportunidades, gerando conexões entre empresas, com uma aposta firme no conhecimento, diferencial de quem busca o sucesso”, analisou o diretor Técnico, Mauro Borralho.
Preparando o empreendedor para a gestão financeira
Outro bom exemplo, veio do No Lounge Educação, com a palestra “Educação Financeira pode ser algo divertido!”, propondo um novo olhar para o tema, bastante sensível na gestão empresarial. Com participação de Luiza Pierre, sócia da startup Mooney e profissional cujo propósito é garantir Alfabetização Financeira em escala no país, o empreendedor de Balsas pôde perceber que o “planejamento financeiro é para todos”.

Lourena Guida acompanhou a palestra por considerar o assunto relevante mesmo para quem não empreende ou não planeja ter uma empresa

Dinâmicas e leveza foram armas usadas pela palestrante para estimular hábitos relacionados ao cuidado com as finanças, o que chamou a atenção de Lourena Guida, de 20 anos. “Lidar com dinheiro já não é fácil. Mas quando a gente facilita, no sentido de tornar mais leve, fica melhor para lidar”, disse. Para a jovem, o tema é importante mesmo para ela, que não pretende abrir um negócio próprio. “Todo mundo tem que saber um pouco dos princípios, não é? Lidamos com dinheiro todos os dias e temos essa necessidade”, afirma.

Dirigentes do Sebrae e parceiros prestigiam abertura da histórica Feira do Empreendedor, em Balsas

Inteligência artificial x redes sociais: um caminho possível
Outro tema de destaque na programação técnica da Feira, o uso da inteligência artificial voltou a ganhar ênfase no último dia do evento.
Na Arena Savana, a palestra “Como usar a Inteligência Artificial nas redes sociais”, ministrada pelo consultor Stenyo Guimarães, abordou, de modo prático e didático, dicas de como usar as ferramentas de IA, como por exemplo, o Chat GPT, para criar conteúdos atrativos em redes sociais. Entre os destaques, sugestão de ideias, criação de roteiros e dicas de planejamento.
Para Eva Brilhante, que atua no ramo de confecções em Balsas, “o uso do Chat GPT ajuda muito no uso das redes sociais da loja. Ela conheceu a ferramenta em capacitações oferecidas pelo Sebrae em Balsas e buscou, na palestra, atualizar seus conhecimentos. “Hoje, isso vem sendo uma facilidade na empresa. Já consigo fazer meu planejamento e cronograma com os recursos do Chat GPT. E está sendo ótimo”, analisou ela.

Empreendedora relata que ferramentas tecnológicas fortalecem presença digital da empresa

Empreendedorismo e tecnologia a favor da criatividade
A Importância da Propriedade Intelectual e da Inteligência Artificial para a Inovação e Proteção de Negócios foi tratada na Arena Cerrado. A palestrante Milla Pasan destacou a necessidade de atenção ao tema, incluindo cuidados com marcas, invenções, direitos autorais e respeito aos conhecimentos tradicionais.
Segundo ela, a propriedade intelectual é acessível para todos os tipos de negócios e oferece oportunidades reais de monetização. Porém, ela alertou para a necessidade de integração das tecnologias ao dia a dia dos empreendedores, como “algo crucial para alcançar resultados eficazes para todos”.

Empreendedora relata que ferramentas tecnológicas fortalecem presença digital da empresa

Sobre a inteligência artificial, Pasan explicou que, embora os custos dos softwares sejam um fator limitante, a IA já está presente no cotidiano e sua aplicação pode melhorar a gestão dos negócios, em áreas como estoques e atendimento. “A inteligência artificial não vai roubar empregos. Mas, estamos em um processo de transformação, que está no nosso cotidiano; algo que já vem desde os anos de 1950”, completou ela.

Cidades inteligentes e Sustentáveis

Na Arena ESG, o painel “Cidades Inteligentes e Sustentáveis”, mediado pela arquiteta e urbanista Juliana Palácios, da iCities, trouxe um chamamento para a importância crescente do tema.
Com participação do vereador Arão Guajajara, do prefeito de Grajaú, Mercial Arruda, e da professora Daniele Gaspar (da UFMA de Grajaú), o painel trouxe soluções para as cidades consideradas inteligentes, em áreas com infraestrutura, gestão ambiental e participação cidadã, além de qualidade de vida. Tudo isso, pontuado por boas práticas de Grajaú, que busca a condição de cidade inteligente.

João Gabriel, de 22 anos, é de Imperatriz, buscou a Feira do Empreendedor como ambiente de conhecimento

Sobre a inteligência artificial, Pasan explicou que, embora os custos dos softwares sejam um fator limitante, a IA já está presente no cotidiano e sua aplicação pode melhorar a gestão dos negócios, em áreas como estoques e atendimento. “A inteligência artificial não vai roubar empregos. Mas, estamos em um processo de transformação, que está no nosso cotidiano; algo que já vem desde os anos de 1950”, completou ela.

Cidades inteligentes e Sustentáveis

Na Arena ESG, o painel “Cidades Inteligentes e Sustentáveis”, mediado pela arquiteta e urbanista Juliana Palácios, da iCities, trouxe um chamamento para a importância crescente do tema.
Com participação do vereador Arão Guajajara, do prefeito de Grajaú, Mercial Arruda, e da professora Daniele Gaspar (da UFMA de Grajaú), o painel trouxe soluções para as cidades consideradas inteligentes, em áreas com infraestrutura, gestão ambiental e participação cidadã, além de qualidade de vida. Tudo isso, pontuado por boas práticas de Grajaú, que busca a condição de cidade inteligente.

Caravanas de 22 cidades do Maranhão participam da Feira em busca de parcerias e conhecimento

Em oportunidade viabilizada pelo Sebrae, por meio das 12 Unidades de Negócios espalhadas pelo Maranhão, foram organizadas sete caravanas, com participação de empreendedores de Açailândia, Bacabal, Barra do Corda, Barreirinhas, Bom Jesus das Selvas, Buriticupu, Campestre, Carolina, Caxias, Chapadinha, Cidelândia, Davinópolis, Estreito, Grajaú, Imperatriz, Pinheiro, Santa Inês, São Luís, São Pedro da Água Branca e Senador La Rocque.
Marcos Silva, gerente comercial da H3i Rastreamento, saiu de Pinheiro, na Baixada maranhense para prospectar clientes na Feira. Segundo ele, a expectativa foi atendida. “Graças a Deus, conseguimos falar com muitas pessoas e mostrar os nossos serviços, fazendo contato com pessoas interessadas em aderir ao nosso serviço”, afirma o gerente.
A Fernanda Costa partiu de Estreito-MA para conhecer o evento. “Meu esposo já tinha ido à Feira em São Luís e eu tinha muita curiosidade de conhecer”, conta. Além de ter participado de palestras, ela aproveitou para sanar dúvidas sobre a formalização do empreendimento. “Bem completa, a Feira não deixou nada a desejar. Foi mais do que eu esperava”, resumiu a empreendedora.
Sobre a Feira do Empreendedor 2024
Organizada sob o tema “Conectar Ideias, Inovar Negócios”, a Feira do Empreendedor 2024 teve três eixos balizadores: Inovação, ESG e Conexões Corporativas. O evento contou com o apoio de patrocinadores e apoiadores, como Governo do Estado do Maranhão, Banco do Nordeste, Prefeitura de Balsas, Vale, Ceape, Sistema Fiema (Sesi e Senai), Banco do Brasil, Banco do Nordeste e Grupo Mateus.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *